O psicólogo na terapia de casal

O ato de se relacionar afetivamente, além de saudável, é muito importante para a vida das pessoas. No entanto, saber conviver e compartilhar sua vida com outra pessoa harmoniosamente pode ser um grande desafio para muitos.

A vida a dois muitas vezes acaba se desgastando por pequenos desencontros do dia-a-dia, brigas constantes, pelas divergências de opinião, discussões sobre a relação que não levam a nada, por aquelas manias que o outro tem, são diversos os fatores que vão se acumulando e fazendo o casal se distanciar. E nos momentos de crise, o bom e velho diálogo, que é fundamental para qualquer relacionamento, acaba se tornando algo bastante difícil.

A paquera vira paixão, que se transforma para o amor, e decremente -não te quero mais!

No inicio era tudo ótimo, mas agora as brigas não param, ou o que é pior, vocês nem brigam mais, o silencio impera quando estão a sós. Quando em grupo todos estão animados, mas sozinhos parece que “acabou o assunto”. Isso é sinal de que há mesmo é muita coisa na cabeça de cada uma, mas não está sendo expressada nem resolvida e os “cupins” do relacionamento estão consumindo internamente a ponto de um dia perceberem que a “casquinha” que sobrou não sustenta mais nada.

Tem briga que parece que tem lógica, afinal de contas dá para entender, mesmo que não concordemos, que uma pessoa não admitirá que a outra esqueça que marcou um compromisso, que chegue alcoolizado em casa, que tenha traído, etc.

Mas tem brigas que se parar no meio e perguntar “como isso começou?” ninguém lembra mais, “sei lá, acho que não gostou que eu comentei do caminho que ele fez”, “acho que ela se irritou quando eu disse que a outra blusa era mais bonita”, mas será que foi este o motivo da briga? Neste ponto você percebe que tem muita mágoa e insatisfação contaminando toda a qualquer rotina do dia a dia.

 

Quando buscar um psicólogo

 

Quando percebeu-se que a comunicação travou. Quando um quer conversar o outro revira os olhos. Quando um está tão na defensiva que nega que haja qualquer problema. Esta é a hora de procurar um terapeuta de casais. Não deixe o problema se prolongar por muito tempo, pois a cada “tijolo” que você acrescenta no muro entre vocês ele ficará mais intransponível.
A terapia salva o casamento ?

 

A idéia da terapia de casal é compreender qual o melhor caminho para a saúde mental de ambas as partes. Creio que na maioria das vezes há possibilidade de reconciliação saudável, com novos comprometimentos de cada um, e um renovado estado de animo para manter o relacionamento.

Mas, muitas vezes um relacionamento resiste apenas baseado numa crença de que os casamentos são indissolúveis, que cada uma das partes deve suportar qualquer comportamento inadequado do outro sem questionar pelo bem da manutenção da relação, mesmo que isso aniquile todo o equilíbrio interno de uma ou mesmo das duas partes. Outras vezes uma das partes simplesmente não aceita o termino de algo, que já acabou há muito tempo, não simplesmente por sua característica dependente não permitir algo mais saudável como desenvolver sua própria personalidade.

 

Qual a função da Terapia de casal ?

A função da terapia de casal é tratar a comunicação entre as partes, identificar o que contamina este relacionamento, encontrar novas ações e fazer novos contratos. Não será o lugar para cada um tratar de questões que não envolvem o relacionamento. Uma briga com o chefe só será tratada na terapia de casal de tiver relação com o a questão principal.

Será possível que algumas vezes o terapeuta de casal solicite para que as partes compareçam sozinhos. A finalidade será de facilitar a expressão de seus sentimentos de forma que este conteúdo enriqueça a próxima sessão com a dupla.

Também é possível que quando uma das partes se recuse terminantemente de comparecer a outra parte faça a terapia individualmente para que ela consiga recursos para aplicar em seu relacionamento ou compreenda a função deste relacionamento em sua vida.

Sintomas que frequentemente aparecem para ser tratados na terapia de casal!!

Traição sexual do homem.

Brigas em excesso.

Traição emocional da mulher.

Silencio em excesso.

Traição de ambos.

Agressões disfarçadas com ironias.

Traição da confiança.

Sexualidade.

Desconfiança de traição.

Falta de comprometimento de uma das partes.
Como funciona a terapia de casal?

É a oportunidade de ter alguém com capacidade técnica para facilitar o entendimento do casal. A terapia de casal é normalmente procurada quando algo está provocando discórdias e até a possibilidade de rompimento. Muitas vezes a traição é o motivo da psicoterapia de casal, outras vezes é a desmotivação no relacionamento. Conflitos na família, criação dos filhos, aspectos financeiros também costumam levar casais a terapia.

 

 


2 respostas para “O psicólogo na terapia de casal”

  1. Beto disse:

    Adorei muito bom, parabéns!

  2. Rafael disse:

    Realmente esse artigo ficou muito bom. Parabéns, Vou compartilhar!

Deixe uma resposta